Rádio MDB Brasil Nacionais

Rádio MDB 2 Internacionais Românticas

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Coluna Na Marca do Pênalti desta quinta....

Imperatriz - Confira os tópicos da Coluna, "Na Marca do Pênalti", deste quinta-feira, 1º de novembro de 2018, do "Jornal Correio", escrita pelo radialista Carloto Júnior.
Radialista Carloto Júnior.

Coluna Na Marca do Pênalti
1º de novembro de 2018


Palmeiras 2 x 2 Boca Juniors
Após a eliminação, surpreendente, do Grêmio, dentro de sua arena, para o River Plate, agora foi a vez do Palmeiras que, também, foi eliminado dentro do Allianz Parque, na noite de quarta-feira. A missão do Verdão era considerada bem mais difícil que a do Grêmio, já que o time paulista havia sido derrotado no jogo de ida, na Argentina, por 2 x 0. Precisa de uma vitória por 3 gols de diferença para chegar à final. Não deu. Fez até um bom jogo, chegou a abrir o placar, mas o VAR entrou em ação e detectou impedimento de Deyverson, bem marcado. Para piorar a situação, o time brasileiro sofreu um gol e com a missão ficou mais difícil, ainda. Agora precisava de 4 gols. Chegou a virar o placar no início de 2º tempo. Mas acabou sofrendo o empate, novamente através do atacante Benedetto, o mesmo que fez os dois gols na vitória do jogo de ida, o que acabou com todas as chances de classificação do Palmeiras. Um dado importante: o Boca Juniors teve 18 encontros com times brasileiros na Libertadores. Venceu 15 e perdeu, apenas, 3. É muita vantagem. Quarta-feira foi mais uma. Pela primeira vez na história da Libertadores, dois argentinos decidem o título, diferente do Brasil que já decidiu por duas vezes.

Se não deu na...
...Libertadores, pelo menos na Sul Americana teremos um brasileiro na final. Isso porque, Fluminense, que eliminou o Nacional, do Uruguai, e Atlético-PR, que eliminou o Bahia, se enfrentam em uma das semifinais. O primeiro jogo já está definido para a próxima quarta-feira (7), em Curitiba, na Arena da Baixada, e o outro na semana seguinte, no Rio de Janeiro. O Fluminense é a grande surpresa na Sul Americana. Time carioca vive uma situação delicada financeiramente, sem condições de fazer grandes investimentos, além de ter perdido jogadores importantes (Scarpa e Henrique Dourado são alguns deles). Com um time bastante jovem, o Tricolor das Laranjeiras vem surpreendendo na competição. Vai encara uma equipe organizada, tanto dentro, quanto fora de campo. O Atlético-PR venceu os 4 cariocas em sua arena no Brasileiro e  para chegar á final da Sul Americana, vai precisar vencer o Fluminense, dia 7. É um duelo sem favorito. 

Como a COLUNA...
...havia antecipado, ocorreu sem problemas a eleição para presidente do Cavalo de Aço, onde o atual presidente, Adauto Carvalho, foi aclamado para mais três anos de mandato (2019/20/21).  A chapa “O Novo Cavalo de Aço” foi a única inscrita para o pleito, mostrando a credibilidade e o bom trabalho desenvolvido pelo atual presidente neste ano de 2018. O time conquistou o vice-campeonato estadual (que lhe deu o direito de disputar a Copa do Brasil de 2019), além de ter conquistado o acesso para o Brasileiro da Série C do próximo ano. Com a eleição e a garantia que vai está à frente do clube pelos próximos três anos, Adauto Carvalho prometeu trabalhar muito mais para que o Imperatriz possa alcançar outros objetivos, mas fez questão de lembrar que conta com o apoio de todos.

Agora é a hora...
...de a diretoria arregaçar as mangas e começa a definição da montagem do elenco para a temporada de 2019, onde o Cavalo de Aço vai disputar três competições: Campeonato Maranhense. Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro da Série D. Dos três, dois são objetos de conquistas do Cavalo de Aço: o estadual, já que o campeão tem a oportunidade de disputar competições à nível estadual, como as Copas do Brasil e Nordeste, além do Brasileiro, e a Série C, onde o foco é o acesso para a Série B, em 2020. Sinceramente, acho que o título do estadual é possível, basta ter planejamento, acertar nas contratações e oferecer as condições necessárias pata que comissão técnica e jogadores possam trabalhar, além de está atento nos bastidores. Na Série C, se conseguir permanecer para 2020, seria de bom grado, já que sabemos que o acesso para a Série B é algo surreal, apesar de não ser impossível. Quanto a Copa do Brasil é tentar esticar o máximo possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário