Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Vereador garantiu continuar a luta em novo semestre...

Vereador, professor Adonilson Lima na Tribuna.
Imperatriz - O vereador, professor Adonilson Lima, (PCdoB), usou a Tribuna da Câmara, na volta aos trabalhos, nesta terça-feira (04), para falar da expectativa sobre  os trabalhos iniciados  no 6º  período  da 17ª Legislatura. 

O edil deu as boas vindas aos colegas parlamentares, ao quadro administrativo, à imprensa e defendeu o que denominou de “modelo de luta” ao se referir à atuação   nos primeiros seis meses como vereador. “Demos a clara demonstração do que permeará o nosso mandato popular que possui profunda relação com a  defesa das grandes demandas de interesse da população, este foi o semestre passado e será  a nossa ferramenta de luta”, destacou o vereador acrescentando que possui a trajetória política marada pela luta em prol do direito dos trabalhadores do campo, dos estudantes, enfim dos que mais precisam do pleno funcionamento das políticas públicas.

O vereador Adonilson disse que usou o recesso parlamentar para visitar as comunidades, as organizações de classe, as entidades e as associações e desta forma observar a movimentação da cidade. “Assim percebemos e rebemos as demandas que são de interesse da sociedade, interpretamos o que a comunidade precisa e nos esforçamos para transformá-las em realidade”, explicou Adonilson

Audiência
No primeiro dia de sessão ordinária o vereador repercutiu no Tribuna a visita no gabinete dos representantes de casas noturnas que denunciam ser vítimas da fiscalização ao cumprimento de uma Lei Municipal que obriga os estabelecimentos a fecharem as portas às 2 horas da madrugada. 

O parlamentar municipal propôs a realização de uma Audiência Pública com os setores, representações e órgãos públicos envolvidos com o tema. “Uma situação deste porte deve ser discutida de forma ampla e com uma solução que seja benéfica para a sociedade, os empresários do setor e para as pessoas que dependem dos empregos diretos e indiretos gerados com a área de entretenimento da cidade”, argumentou Adonilson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário