Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Bastidores da política desta sexta...

Imperatriz - Confira alguns tópicos da "Coluna Bastidores", escrita pelo jornalista, Coló Filho, no jornal "O Progresso", edição desta sexta-feira, 1ª de abril de 2016.
Jornalista, Coló Filho, de O Progresso.

Bastidores
1º de abril de 2016

Otimista 
Para o governador Flávio Dino, não há clima favorável para o impeachment na Câmara dos Deputados. “Hoje tive a alegria de retornar ao Plenário da Câmara, onde tenho centenas de colegas e amigos. Por tudo que ouvi, não vai ter golpe”, afirmou Flávio Dino, que visitou a Câmara na quarta-feira. O governador comentou que “o impeachment é constitucional porque está na Constituição. Sim, mas somente para crimes provados, pessoalmente cometidos. Não existe impeachment por não gostar do governo ou por pressa em chegar ao poder. Isso que está na Constituição, que deve ser cumprida. Isso que defendo: respeito ao calendário de eleições estabelecido na Constituição. A próxima é em 2018”.

Olha aí!
Uma fonte comunista reafirmou que o deputado Marco Aurélio (PCdoB) é pré-candidato a prefeito. No entanto, observou que “ainda não há prego batido” e admitiu apoio à pré-candidata do PDT. “Lá na frente  vamos ver. Se Rosângela Curado estiver melhor, pode-se fazer uma aliança”, comentou o  comunista. Há o temor de que decisões erradas no grupo Flávio Dino possam beneficiar os adversários, especialmente o ex-prefeito Ildon Marques (PSB).    

Defesa
Na sessão de ontem, o vereador Adonilson Lima (PCdoB) subiu à tribuna para falar  sobre o que considera um golpe contra a presidente Dilma Rousseff, a tentativa de cassá-la. Em tom irônico, o vereador se referiu aos caciques do PMDB como “políticos íntegros”. Para ele, a saída do PMDB da base do governo não quebrou a governabilidade, observando que partidos sem espaço no governo já estão procurando o Palácio do Planalto para fechar apoio a Dilma. Assim, acredita que não haverá votos suficientes na Câmara dos Deputados para aprovação do impeachment. 

Coragem 
Para o vereador João Silva (PRB), quem não tem coragem não deve entrar na política. Ele fez o comentário ao “parabenizar” o vereador Aurélio Gomes (PT) por ter a coragem de defender a presidenta Dilma Rousseff.   

Ele disse
-    “Me respeite. Não tenho a sua história”. Reação do vereador Carlos Hermes (PCdoB) aos ataques de João Silva. Os dois têm trocado farpas nas sessões desde que Silva passou a criticar o governo do estado.

Contas
O prazo final de entrega das prestações de contas é na segunda-feira, dia 4 de abril. Nesse sentido, o TCE/MA definiu que o regime de recebimento nos dois últimos dias de entrega, 1° e 4 de abril, será realizado excepcionalmente das 8 às 18 horas. Nesses dias, as supervisões de protocolo ficarão exclusivamente voltadas ao recebimento e à autuação de documentos relativos à prestação de contas do exercício financeiro de 2015.  Até quarta-feira, o TCE havia recebido os documentos somente de 64 prefeituras (30% do total), de 60 câmaras e de quatro secretarias de Estado.

Limpando 
A caça às bruxas já atinge cargos de segundo escalão do Governo Federal, ocupados por peemedebistas. Nesta quinta-feira, 31, foi publicado no Diário Oficial da União a demissão do diretor da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Rogério Luiz Abdalla, indicado pelo vice-presidente Michel Temer. Ele estava na companhia desde 2007.

Nenhum comentário:

Postar um comentário