Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

Rádio MDB Brasil Nacionais

Rádio MDB Internacionais Dançantes

Rádio MDB 2 Internacionais Românticas

domingo, 11 de janeiro de 2015

Bastidores da política deste domingo....

Imperatriz - Confira alguns tópicos da "Coluna Bastidores", escrita pelo jornalista, Coló Filho, no jornal "O Progresso", edição deste domingo, 11 de janeiro de 2015.
Jornalista, Coló Filho, de O Progresso.

Bastidores
11 de Janeiro de 2015 

Ações
Uma crise político-administrativa pode se instalar no Estado do Tocantins. Nessa sexta-feira o Ministério Público Eleitoral, por intermédio da Procuradoria Regional Eleitoral no Tocantins, propôs ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE/TO) uma ação de investigação judicial eleitoral contra o novo governador, Marcelo Miranda. A ação é motivada pela prisão em flagrante de quatro pessoas no aeroporto da cidade de Piracanjuba (GO) no momento em que embarcavam em uma aeronave de propriedade da Construtora ALJA Ltda., portando o montante de R$ 500.000,00 em espécie. Outra ação foi proposta contra o ex-governador Sandoval Cardoso, que disputou a eleição contra Marcelo Miranda. Ele é acusado de abuso de poder político e econômico durante o período eleitoral.

Deoclides
A Comissão Apuradora do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA) realizará nesta segunda-feira (12) o reprocessamento do resultado do 1º turno das eleições 2014, para o cargo de deputado federal. Depois disso, marcará o dia para a diplomação do suplente Deoclides Macedo (PDT). É que o ministro do TSE, Dias Toffoli, concedeu liminar no mês passado pela validação dos 56.171 votos destinados a Deoclides Macedo, que teve candidatura indeferida devido a rejeição de suas contas, referentes a 2005, pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Com isso, a coligação do PDT faz mais um deputado e a coligação do PMDB perde o deputado Alberto Filho. Julião Amin seria o eleito e Deoclides passaria a primeiro suplente. Como Amin assumiu a Secretaria de Estado e Trabalho, o ex-prefeito de Porto Franco iria para a Câmara Federal.

Vitória
Para Deoclides Macedo, esse é um momento muito importante não apenas para ele, mas para os 56.171 eleitores que depositaram nas urnas o voto de confiança. Deoclides teve uma campanha difícil e ainda teve que enfrentar a questão da validação ou não dos seus votos. Na campanha, foi vítima até de “fogo amigo”. Cerca de 50 mil votos foram obtidos na região, que ele promete representar com muito trabalho na Câmara dos Deputados.

Herança
Ao comentar sobre a dívida de R$ 1,1 bilhão deixada pelo governo anterior, o governador Flávio Dino (PCdoB) destacou que “nos últimos meses, houve uma clara orientação de queimar dinheiro público, em coisas absurdas, ilegais ou imorais. Essa foi a herança que o novo governo do Maranhão recebeu”.

Outro lado
Precatórios que somam mais de meio bilhão não são de responsabilidade do meu governo ou do de Roseana Sarney. Eles têm origens de 20 ou 30 anos atrás. Essa é a maior dívida”. A afirmação foi feita pelo ex-governador Arnaldo Melo, ao  comentar a revelação do atual governo de que recebeu uma dívida de R$ 1,1 bilhão.

Será?
O suplente de vereador Paulinho Lobão parece não estar muito satisfeito, porque não está sendo prestigiado pela administração municipal, da qual é ferrenho defensor. Comenta-se que Paulinho sonhava em assumir a Secretaria da Juventude, que foi entregue ao filho do vereador Francisco Silva. Nas eleições de 2012 ele obteve a expressiva votação de 1.404 votos, mas ficou na terceira suplência da coligação liderada pelo PSDB.

Desapropriação
A Câmara dos Deputados analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), do deputado Vilson Covatti (PP-RS), que proíbe a desapropriação de pequenas e médias propriedades rurais e das que sejam produtivas para demarcação de terras indígenas e quilombolas. Atualmente, a Constituição prevê que a desapropriação dessas terras só não é possível para fins de reforma agrária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário