Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

domingo, 4 de janeiro de 2015

Bastidores da política deste domingo...

Imperatriz - Confira alguns tópicos da "Coluna Bastidores", escrita pelo jornalista, Coló Filho, no jornal "O Progresso", edição deste domingo, 4 de janeiro de 2015.
Jornalista, Coló Filho, de O Progresso.

Bastidores
4 de Janeiro de 2015    

Só morta
Entre as primeiras medidas anunciadas pelo governador Flávio Dino, no dia da sua posse, está o decreto que proíbe a colocação do nome de pessoas vivas em bens públicos do Estado. Conforme consta no decreto, para a colocação de nome será exigida a apresentação de certidão de óbito. A medida não retroage. Ao contrário, teriam que ser retirados os nomes de muitos políticos, especialmente de integrantes da família Sarney. O decreto também proíbe a colocação de nome de envolvidos com o regime militar que forem apontados pelo relatório da Comissão Nacional da Verdade. Vale ressaltar que integrantes do partido de Flávio Dino, o PCdoB, foram vítimas da ditadura.

Abusos
No seu discurso considerado histórico, feito durante a transmissão de cargo no Palácio dos Leões, o governador Flávio Dino anunciou o fim da era de abusos em nome do poder, e o combate às desigualdades no Maranhão.

Colado
O prefeito Sebastião Madeira, que não tem nada de besta, está “marcando colado” o secretário da Infraestrutura, Clayton Noleto. Ele fez questão de acompanhar o secretário até o seu gabinete na Sinfra, após ser empossado pelo governador Flávio Dino. Clayton Noleto, por ser de Imperatriz, dará uma atenção especial à cidade, facilitando para que Madeira realize muitas obras importantes na área de infraestrutura.

Candidatura
Fora da presidência da Câmara, o vereador Hamilton Miranda (PSD) estaria decidido, a partir de agora, a buscar a viabilização do seu nome para a sucessão do prefeito Sebastião Madeira. Miranda tem vários concorrentes dentro do grupo e Madeira vai lançar um nome que tenha condição eleitoral de disputar o pleito. Para isso, irá mandar fazer pesquisas. Portanto, que os pretendentes procurem ganhar a simpatia do eleitorado.

Vapt-vupt
A suplente Telma Pinheiro (PSDB) será deputada federal por um mês. Ela assumiu a vaga do também tucano Carlos Brandão, que renunciou ao mandato de deputado federal para assumir o cargo de vice-governador.

 E...
Além de Telma Pinheiro, também assumiram mandato na Câmara o ex-jogador Marcelinho Carioca (PT-SP), Humberto Michiles (PR-AM), Pinto de Luna (PT-AL), Léo Oliveira (PMDB-SP), Osvaldo Coelho (DEM-PE), Dr. Sinval Malheiros (PV-SP) e Wadson Ribeiro (PCdoB-MG). Todos vão receber salário sem trabalhar, já que o Congresso está em recesso. Terão ainda direito a 13º proporcional, uso da verba mensal de R$ 78 mil para pagar funcionários de gabinete e auxílio-moradia no valor de R$ 3,8 mil, além da cota parlamentar.

Mudança
Após a presidente Dilma Rousseff anunciar que a educação será a prioridade máxima do próximo mandato, o novo ministro da área, Cid Gomes, defendeu uma mudança curricular no ensino médio ao assumir oficialmente o cargo. Para Cid Gomes, o novo currículo deve compreender as características regionais e ser elaborado em conjunto com educadores e setores da sociedade. O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) elogiou a educação ser colocada como prioridade pelo governo, mas questiona a origem dos recursos.

Um comentário:

  1. governador tem que voltar o nome da ponte, que era antes GOV. JACKSON LAGO

    ResponderExcluir