domingo, 27 de maio de 2012

Presidente da Coomigasp alerta garimpeiros quanto a boatos falsos...

Gessé Simão - Presidente da Coomigasp.


Meus irmãos Garimpeiros,

Sinto-me constrangido quando em vez de cuidar do trabalho, tenho que tomar o tempo e dar algumas explicações do que já foi amplamente explicado no passado.

Bem, tenho consciência do dever cumprido, pois me propus em cumprir todas as exigências junto ao DNPM, Governo Federal, Estadual e Municipal. Assim o fiz, conquistamos as autoridades, para que elas pudessem nos ajudar. Não foi fácil vencer a paixão política dos adversários do projeto, mas, os senhores me ajudaram quando resolvemos juntos em assembleia os percentuais de 25% para nós e 75% para parceria. O TAC nos obrigou a rever os direitos minerários e vocês novamente aprovaram. Recebemos como contato opcional mais 700 hectares, as obrigações junto a Vale ficaram sob a responsabilidade da Colossus e nós ficamos com mais 25% e prêmios. Ou seja, sete vezes mais do que já tínhamos e incluímos mais os 123 hectares, portanto hoje nós temos 02 negócios com a Colossus um de 100 hectares que já vai produzir no início do ano que vem (2013).

Em reunião no Ministério de Minas e Energia, os representantes da parceira, Dr. Paulo de Tarso e Claudio Mancuso, declararam e afirmaram o período de produção e prestaram contas de todas as exigências do TAC. As autoridades ficaram satisfeitas com a evolução do projeto e de como este está sendo conduzido.

Tivemos a oportunidade, na presença do Sr. Ministro Lobão e dos técnicos do DNPM, de fazer a cobrança do total da reserva mineral e inclusive fui enfático quando disse: “os senhores têm obrigação de apresentar esta reserva o quanto antes, sob pena que a gente venha considerar isso como quebra de confiança”. Por outro lado, entendemos que a situação esta bem na evolução da implantação da mina, aja visto os problemas do terreno arenoso (milharina).

Então, se comprometeram em contratar mais uma empresa para fazer uma segurança no túnel. A verdade é que agora já estamos avançando bem e o período pode até ser menor que o previsto pelos técnicos e engenheiros da Colossus.

Na presença do ministro eu disse: “já que a produção mineral vai ficar para o ano que vem (2013), então seria bom que os senhores providenciassem um adiantamento ou uma antecipação de recursos para meus irmãos garimpeiros”, e eles chegaram a comentar sobre a compra dos direitos minerários. Ora, não podemos vender aquilo que não sabemos o que temos! Então, ficaram de me convidar para tratarmos do assunto em São Paulo.

No dia 29 de Abril me reuni com os investidores e diretores da Colossus. Paguei todos os meus gastos pessoais do meu próprio bolso, e lá, em reunião, fiz minhas colocações e expliquei a necessidade do adiantamento aos garimpeiros. Eles então disseram: “e se nós fizéssemos uma proposta apenas nas 12,75 toneladas que representa 25% do já registrado no PAI?”, ou seja, eles estavam justificando que para arranjar este valor para 38 mil garimpeiros, teriam que comprar ou negociar dos nossos direitos mais 51 toneladas si e que precisamos do adiantamento, ficando então para em seguida apresentar os restantes da pesquisa, ou seja, todo corpo minerário pesquisado após apresentação das 51 toneladas.

Meus irmãos agora estão fazendo um mal muito grande. Um Blog quando se acha no direito de estar dando explicação ou informação do que não sabe isto e danoso e prejudica os entendimentos, pois a empresa ficou assustada quando ele diz: “que os garimpeiros não querem o negócio”. Estou convidando a empresa para junto comigo ouvirmos a sociedade garimpeira, este é meu objetivo, como sempre fiz e não vou responder aos insultos de quem não faz parte de nosso projeto. Aguardem providências.

Só para os senhores entenderem, neste momento, às 11h00min do dia 22.05.2012, eu estou aqui em Imperatriz reunido com todos os Diretores e alguns Delegados Regionais, com a imprensa do Maranhão e Pará, mostrando a irresponsabilidade deste elemento que se tornou nosso adversário. Em seu Blog está postado que eu e uma vasta comissão de representantes dos garimpeiros estaríamos em Brasília, no Hotel Bonaparte, e também na churrascaria Fogo de Chão. Volto a repetir, eu estou com a mídia de Imperatriz e região do maranhão, Marabá, Curionópolis, e Belém. Isso, por si só, mostra a falta de credibilidade desse cidadão, que é contrário à causa garimpeira e tenta com calúnias e difamações provocar danos ao nosso projeto.

Bem meus irmãos, isso é tudo. Eu não posso perder tempo tentando convencer o diabo de que ele é errado. Tudo existe neste mundo, até escorpião em forma de cristão e eu vou continuar fazendo o meu trabalho dentro do meu compromisso com a verdade e digo mais, fiquem a vontade para me questionar dentro do que é verdadeiro. Eu não me sustento com mentiras.

O que ele escreveu e vem escrevendo vai ter que responder na justiça pelos danos morais que tem causado ao projeto, com essas falsas informações.

Continuo firme até o dia em que os senhores entenderem que não devemos defender o projeto dessas aves de rapina que vivem de fomentar a desgraça e com quem não tem compromisso com a verdade.

Que Deus os abençoe e abraços a todos os meus irmãos.

Gessé Simão
Presidente da Coomigasp

3 comentários:

  1. bernadino amigo dos santos28 de maio de 2012 07:50

    Gessé simão e toni duarte é caso de policia federal,homens maus e desqulificados.toda a culpa dessa situação é do governo federal,mais com tantas cachoeiras e mensalões! Á delta estar envolvida em serra pelada com obras e maquinas.

    ResponderExcluir
  2. OURO DE GRAÇA VEJA COMO CONSEGUIR

    Dr. Paulo de Tarso,
    Colossus Inc Mineração

    Em que pese a boa vontade da Colossus em adotar o Programa Portas Abertas relatado no site da COOMIGASP hoje 21/05, presume-se que o aludido programa também tenha a finalidade de esclarecer diversos pontos de interesse maior que não o de elucidar, PELO SENHOR E PELO SENHOR GESSÉ, somente pequenas dúvidas, e não como as relativas as denúncias oferecidas ao Ministério Público Federal - P. A. de número 1.23.001.000135/2007-90 pelos Procuradores da Repùblica ANDRÉ CASAGRANDE RAUPP E TIAGO MODESTO RABELO em 24 de agosto de 2010 em solicitação ao JUIZ FEDERAL DA VARA FEDERAL DE MARABÁ SEÇÃO JUDICIÁRIO DO PARÁ, e tampouco, questões não contempladas no portentoso embate que podemos apreciar diariamente entre COOMIGASP, AGASP, SINDICATO e Colossus na pessoa de seus dirigentes contra os quais pesam duras acusações. Que entristece e incomoda importantes setores da Nação.
    Não estamos aqui para acusar ninguém. Nosso interesse maior é a solução do que se considera um descalabro e uma afronta ao País confirmadas as denúncias. Temo que pela robustez dos fatos apresentados o caminho para uma solução que permita a continuidade de todo o Projeto Serra Pelada ofereça cada vez menos espaços para manobrar retornos adequados. Como bem se evidencia e, pode notar Vossa Senhoria, não somos nós os causadores de nenhum dos fatos aqui relatados. Nos cabe, por principio, a busca incessante de uma solução que atenda todos os direitos das partes envolvidas mesmo que éssas, como as aqui, procurem dificultar até no que seria em seu benefício por desconhecimento ou não.
    Entretanto Dr. Paulo de Tarso, cultivamos uma esperânça de entendimento. Nos propomos a auxiliar naquilo que venha a contemplar direitos conquistados a duras penas. Não nos importa, repito aqui, que a Colossus ou a Grifo tenham fabulosos lucros no Distrito de Serra Pelada, como disse, podemos até colaborar para isso. Mas nos importa direitos lá existentes muito antes de qualquer entendimento com a Colossus ou quem quer que seja. E para isso Dr. Paulo de Tarso, trabalhamos e continuaremos a trabalhar junto a todas as autoridades desse País.

    No aguardo das manifestações de Vossa Senhoria, acuse recebimento

    atenciosamente,

    Pedro Paulo Delfino

    ResponderExcluir
  3. Alguém de SÃ CONSCIÊNCIA conseguiu entender a explicação do Gessé referente a "transição" dos 49% para 25% onde êle diz; - então nos ficamos COM MAIS 25% E PREMIOS...... por favor Gessé! alguém é tão burro ou idiota e imbecil como imaginas?

    Pedro Paulo Delfino

    ResponderExcluir