Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Com meio século de vida, estádio tem classificação "3 estrelas"...

Antigo Estádio Municipal Frei Epifânio.
Imperatriz – O estádio municipal Frei Epifânio completou 50 anos no dia 30 de janeiro deste ano. Com meio século de existência, foi inaugurado no dia 30 de janeiro de 1966, na gestão do então prefeito, Pedro Ribeiro Gonçalves, o estádio municipal Frei Epifânio passou por várias obras até chegar ao patamar que se encontra hoje.

Quando inaugurado, o Frei Epifânio não tinha iluminação, apenas um lance de arquibancada e a cabine de rádio era denominada de “Balança mais não cai”. Isso por que, quando a torcida vibrava, a cabine balançava e servia como “jargão” para os locutores esportivos.

Durante esse tempo, o estádio Frei Epifânio começou a ganhar contorno de um grande estádio. Ganhou novas cabines, novos lances de arquibancadas. Em seguida, teve a sua iluminação definitivamente ampliada.

Mas foi em 2008, em parceria com o Governo do Estado, a Prefeitura de Imperatriz, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Sedel), que foi iniciada uma grande reforma, finalizada em 2010. O estádio municipal Frei Epifânio passou a ter sua capacidade ampliada para 10 mil torcedores sentados, oferecendo um maior conforto aos torcedores, com o anel de arquibancadas sendo fechado. Foi instalado, também, placar eletrônico, além de obras de urbanização, lanchonetes, banheiros novos, melhores acessos, arquibancada principal coberta, novas instalações para TV e rádio, elevador para deficientes físicos, vestiários confortáveis com sala de aquecimento para os atletas, vestiários masculino e feminino para árbitros, acesso para ônibus e administração. O gramado, também, foi trocado.
Estádio Municipal Frei Epifânio reinaugurado em 2010.
Mais investimento
No fim do ano passado e início deste ano, mais uma vez, a Prefeitura de Imperatriz fez parceria com o Governo do Estado, onde foram investidos mais de 400 mil reais para reforma e adequação na parte hidráulica e melhor acessibilidade para o torcedor, atendendo os padrões da Confederação Brasileira de Futebol. Um novo placar eletrônico (LED) foi inaugurado na final do Campeonato Maranhense de 2015, quando o Imperatriz (Cavalo de Aço) sagrou-se campeão.

O estádio municipal Frei Epifânio é considerado um dos melhores e mais modernos do eixo norte/nordeste, com vestiários climatizados, salas de aquecimento. O sistema de iluminação é composto de 32 refletores em cada uma das quatro torres, alimentados por uma subestação elétrica em seu interior. Para o gramado, foi implantado um sistema de irrigação eletrônica e drenagem profunda.

Classificação 3 bolas
O Ministério do Esporte lançou no dia 27 de janeiro, em São Paulo, o Sistema Brasileiro de Classificação de Estádios (Sisbrace), que propõe a melhoria em conforto, segurança, acessibilidade e condições sanitárias e de higiene dos estádios do país. Numa primeira etapa, 155 estádios foram vistoriados e ganharam classificações com “bolas”, uma espécie de “estrela” como acontece com hotéis. Os estádios podem receber de “uma a cinco bolas”. O Frei Epifânio foi classificado com “3 bolas” ficando à frente de grandes estádios brasileiros, como Parque Sabiá(MG), Moisés Lucarelli(SP), Albertão(PI), Barradão(BA), Rei Pelé(AL), entre outros.

O professor Nilson, que lembrou os 50 anos do Frei Epifânio, disse está orgulhoso de ver o Majestoso da Mané Garrincha se torna um “Cinquentenário”.

Um comentário: