Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Vereador auxilia na solução de problemas de deficientes...

Adonilson recebe deficientes em seu gabinete.
Imperatriz - O vereador, professor Adonilson Lima, (PCdoB), diante da gravidade do problema enfrentado pelas pessoas com deficiência em Imperatriz resolveu intermediar o diálogo entre a prefeitura e as reivindicações de uma  greve de fome que durava mais de 24 horas em frente ao Fórum de Justiça Henrique de La Roque.

O motivo se referia a paralisação há mais de seis meses  do fornecimento dos medicamentos necessários e garantidos pela  lei 8.090/90 que não faz a distinção entre os entes federativos na garantia da promoção à saúde. 

O vereador solicitou o espaço da Tribuna Livre na Câmara Municipal para que os representantes das pessoas com deficiência expusessem aos parlamentares e ao público da galeria o motivo da greve de fome e as consequências provocadas pela interrupção no fornecimento dos medicamentos. “Assim que soube da greve de fome, estive pessoalmente no local e iniciamos um diálogo com executivo no sentido de por um fim ao drama das pessoas que necessitam dos medicamentos e em sua maioria não tem condições para arcar com despesas”, revelou o vereador, acrescentando que a maioria dos que reivindicavam o cumprimento da lei, recebe o benefício assistencial à pessoas com deficiência de um salário mínimo. “É uma situação dado o estado de saúde de muitos que participavam do movimento com necessidade de resolução urgente para evitar uma situação pior”.

Durante as mais de 24 horas de greve de fome, duas pessoas tiveram que ser retiradas da frente do Fórum de Justiça de Imperatriz porque chegaram a passar mal e necessitaram de atendimento médico. Ainda na terça-feira, o prefeito Sebastião Madeira esteve no local e apresentou aos representantes  do Movimento das Pessoas com Deficiência, a ata do processo licitatório informando  que até o dia 02 de outubro os medicamentos estarão nas mãos dos usuários. “Quero agradecer o empenho do vereador Adonilson que de pronto esteve como mediador facilitado o diálogo com as pessoas e ajudando a por fim a uma situação criada pelo entrave burocrático”, frisou o prefeito.

O representante do Movimento da Pessoa com Deficiência Evandro Fernandes  agradeceu a participação do vereador na solução de uma situação  crítica e que colocou em risco a integridade física das pessoas com deficiência. Após o anúncio da realização do processo licitatório e da entrega de uma copia da ata ao presidente do movimento das pessoas com deficiência, uma reunião foi realizada, pondo fim as mais de 24 horas de greve de fome.

Nenhum comentário:

Postar um comentário