Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

Rádio MDB Brasil Nacionais

Rádio MDB Internacionais Dançantes

Rádio MDB 2 Internacionais Românticas

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Bastidores da política desta sexta....

Imperatriz - Confira alguns tópicos da "Coluna Bastidores", escrita pelo jornalista, Coló Filho, no jornal "O Progresso", edição desta sexta-feira, 29 de janeiro de 2016.
Jornalista, Coló Filho, de O Progresso.

Bastidores
29 de janeiro de 2016

A todo vapor
Dizem que no Brasil o ano só começa pra valer depois do carnaval. No entanto, em Imperatriz, para os agentes políticos - detentores de mandato e pretensos candidatos a prefeito e a vereador - o calendário eleitoral tem sido mais célere que o do ano civil, dada a movimentação dos interessados em cadeiras na Prefeitura e na Câmara visando fechar acordos entre grupos e coligações partidárias. Como a que no momento se costura em torno do deputado estadual Léo Cunha, envolvendo inclusive um forte postulante ao cargo de prefeito e cerca de 15 pré-candidatos a vereador desgarrados de vários partidos.    

Recadastramento
Quem aposta na estratégia de se eleger vereador na eleição deste ano imaginando que a exigência de recadastramento eleitoral ora em curso iria diminuir substancialmente o número de eleitores, pode dar com os burros n’água. Dos mais de 150 mil eleitores registrados na cidade, cerca de 125 mil já fizeram seu recadastramento e a justiça eleitoral acredita que a meta estipulada será alcançada.

FPM
Será creditado nesta sexta-feira, 29 de janeiro, nas contas das prefeituras, o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 3º decêndio do mês de janeiro de 2016, que será de R$ 2.478.432.304,46, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, isto é, incluindo a retenção do Fundo, o montante é de R$ 3.098.040.380,58. Se compararmos com o segundo decêndio de janeiro de 2015, o valor atual caiu 2,78%, isso em termos brutos e reais.

FPM - II
Se somados os valores dos três decêndios e do repasse extra do presente mês, nominalmente, o fundo atingiu o montante de R$ 7,098 bilhões frente aos R$ 8,131 bilhões do mesmo período de 2015. Isso representa uma queda nominal de 12,71% e uma queda real ainda mais expressiva: 20,15%. É importante ressaltar que a queda nominal do fundo é extremamente prejudicial aos gestores, pois reduz efetivamente o valor repassado aos Municípios, já que apenas as prefeituras têm o ônus de lidar com a inflação.

Eficiência na crise
O noticiário econômico tem se mostrado rico em dados, evidências e previsões catastróficas para o ano em curso, dando  conta de que a queda da atividade dos setores produtivos da economia irá agravar a crise, com consequente queda na arrecadação de impostos. Na contramão de tais presságios, a Secretaria de Fazenda do Maranhão projeta aumento da ordem de até 15% na arrecadação do principal imposto estadual, o ICMS. Frutos das medidas tomadas no atual governo.    

Iron
No ano passado, logo após o novo governador assumir, a cúpula da Segurança Pública do Maranhão prometeu que iria ser elucidado o assassinato do professor Iron Vasconcelos. Até uma equipe especial de delegados seria enviada de São Luís para comandar as investigações. Já estamos no fim de janeiro de 2016 e não se ouviu falar mais nada. Consta que a polícia está procurando  manter as investigações em absoluto sigilo. É aguardar.

E...
O tão polêmico horário de funcionamento dos bares continua dando o que falar. Por que a lei vale para alguns e para outros não? Tem casa noturna que sofre rigorosa fiscalização. Já em outra, a coisa corre frouxa. Por volta das 4 horas da madrugada do último domingo ainda tinha boate funcionando. A lei não é para todos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário