Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Prefeitura anuncia abertura de contratação de empresa de transporte

Nova empresa deverá explorar serviço de transporte público.
Imperatriz - A Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SETRAN) anunciou, ontem, a abertura de contratação, em caráter emergencial, de empresa interessada em realizar o transporte coletivo de passageiros no âmbito do Município de Imperatriz. A informação foi repassada pelo secretário municipal de Trânsito, José Ribamar Alves. 

De acordo com o secretário, as empresas interessadas, por meio de seus representantes legais, poderão apresentar-se à SETRAN, no horário das 08h00min às 13h00min, quando receberão a relação de documentos indispensáveis a uma eventual contratação direta. Com a quebra definitiva do contrato com a empresa que explorava o serviço, a determinação do prefeito Sebastião Madeira é que outra companhia assuma o transporte coletivo o mais breve possível. Não estamos inertes, a gestão está tomando todas as medidas legais e estamos buscando interessados em todos os estados brasileiros”, afirmou Jota Ribamar.

O secretário informou, ainda, que "a Prefeitura compreende a aflição da população, mas o poder público não pode atropelar a Lei. Em todos os procedimentos estão sendo executado dentro da legalidade em relação a contratações públicas. Motivo pelo qual o prefeito decidiu pela quebra definitiva do contrato e direcionou toda sua equipe para buscar soluções legais em tempo hábil, por isso de início estamos realizando a contratação emergencial de uma empresa para normalizar a oferta de transporte público durante a realização do processo licitatório que escolherá a prestadora do serviço a longo prazo”.

Ele enfatizou também, que a prestação de um serviço eficaz e acessível é uma das principais metas na área do transporte em Imperatriz. “Reafirmamos o nosso compromisso com a solução para o transporte coletivo de passageiros, exemplo de nossa posição em relação ao assunto tem sido nosso constante combate ao transporte clandestino”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário