Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Bastidores da política desta quinta....

Imperatriz - Confira alguns tópicos da "Coluna Bastidores", escrita pelo jornalista, Coló Filho, no jornal "O Progresso", edição desta quinta-feira, 22 de outubro de 2015.
Jornalista, Coló Filho, de O Progresso.

Bastidores
22 de outubro de 2015

Olha aí!
O assunto mais comentado ontem, em relação aos movimentos dos pré-candidatos a prefeito, foi a possibilidade do vereador Esmerahdson de Pinho deixar o PSDB para se filiar ao PCdoB, mesmo sabendo que este partido dificilmente lançará candidato, já que tirou o seu pré-candidato do páreo, o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto. Consta que Esmerahdson soube que, se o PSDB resolver lançar candidato, não seria ele o escolhido. Daí, surgiram informações de que ele teria admitido ir para o PCdoB. Procurado pela coluna, o vereador garantiu que não, porém disse que “houve a sondagem, mas nada de filiação foi discutido”. O certo é que ontem Esmerahdson saiu no andamento da sessão para se encontrar com o prefeito Sebastião Madeira, que estava chegando de São Luís.  

Queixa
O vereador Chiquim da Diferro disse na sessão de ontem que se o prefeito atendesse 1/3 dos requerimentos dos vereadores, a cidade seria outra. Ele também observou que há pré-candidatos a vereador dizendo que se ganharem será diferente, mas que “seria do mesmo jeito”. Diferro fez um discurso duro, envolvendo tanto a prefeitura como o governo do Estado.

Olha aí!
Já o vereador João Francisco Silva partiu para cima dos que ele chamou de “camaradas” (integrantes do PCdoB). O vereador Rildo Amaral (SD) reagiu, lembrando que por três sessões  seguidas um vereador faz discurso batendo no governo do Estado. E disse que gostaria de saber “quem é o treinador que está escalando”. Vale lembrar que João Silva é o líder do governo na Câmara, portanto da base aliada do governo estadual.

Essa é boa!
O vereador Antonio José afirmou que “todo mundo quer ser pai da criança”, se referindo às obras do Estado e do Município. “Mas ninguém quer ser pai do Cara de Sapo”. A gargalhada foi geral. “Cara de Sapo” é um ex-presidiário que vigiava carros na Dorgival Pinheiro, próximo à Praça de Fátima.

Ele disse
Erros do passado que hoje custam caro ao Maranhão: apostar somente em ‘grandes projetos’ e não cuidar da organização das cadeias produtivas. Hoje adotamos outra visão. Ontem, no Sistema Estadual de Produção e Abastecimento, definimos as principais ações em apoio a cadeias produtivas. Arroz, feijão, carne, mel, frutas, hortaliças, leite, aquicultura, mandioca, frangos, ovinos, caprinos; são algumas cadeias beneficiadas”. Comentário do governador Flávio Dino.

Demarcação
O deputado Nilto Tatto (PT-SP) afirmou ontem que a PEC sobre demarcação de terras indígenas terá a constitucionalidade questionada no Supremo Tribunal Federal (STF), em caso de aprovação. A proposta, que dá ao Congresso Nacional a palavra final sobre as demarcações, poderia ser votada ainda ontem. Tatto é contrário à proposta. Já o deputado Valdir Colatto (PMDB-SC) reclamou do atual processo de demarcação: “Hoje 13% do território brasileiro correspondem a terras indígenas, o que dá cerca de 300 hectares para cada índio”.

Romper
Ontem a Câmara Municipal de Imperatriz aprovou Indicação do vereador Rildo Amaral solicitando ao prefeito Sebastião Madeira a quebra de contrato da concessão com a empresa de transporte público Viação Branca do Leste (VBL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário