Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Município recebe mais três médicos....

Médica se apresenta no Planejamento.  Foto: Maria Almeida.
Imperatriz - Mayse Rocha Barros, a segunda médica a se apresentar no setor de Planejamento da SEMUS, já foi encaminhada a coordenação do Departamento de Atenção Básica (DAB) para verificar local de lotação. 

Oriundos do Programa Mais Médico e do PROVAB - Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica -, os médicos atuarão em Unidades Básicas de Saúde dos bairros periféricos de Imperatriz. O último dia do prazo para apresentação dos médicos na Secretaria de Saúde foi ontem, sexta-feira (20), e até meio dia dois, dos três selecionados, já haviam se apresentado. 

Além de Mayse, apresentou-se Rodrigo Jardim Porto. “A ampliação do quadro de médicos é essencial para o atendimento das demandas, visto que isso possibilita uma maior cobertura dos serviços, melhorando a qualidade do atendimento na Atenção Primária, onde mais de 80% dos problemas de saúde podem ser resolvidos”, ressalta a Secretária Municipal de Saúde, Conceição Madeira.

Para escolha das UBS de lotação dos médicos, segundo explicou o Coordenador do DAB, Anderson Nascimento, é levada em consideração a carência do profissional na área. “A logística que adotamos visa melhorar a cobertura dos atendimentos médicos, então estamos distribuindo os profissionais para os bairros que tem uma grande abrangência e carecem de mais médicos, conforme detectado por nossas equipes”, esclareceu.

Conceição Madeira afirmou que com a aceitação destes profissionais no quadro dos servidores da SEMUS, o município só tem a ganhar “pois teremos melhorias tanto na cobertura quanto na qualidade dos serviços da Estratégia e Saúde da Família, visto que os profissionais vindos do PROVAB passam por um curso de especialização em saúde da família para melhorar a qualidade do atendimento”. 

O Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab) é uma iniciativa de aperfeiçoamento de médicos na Atenção Básica e provimento de profissionais nas regiões mais carentes. O programa oferta uma bolsa mensal de R$ 10 mil, paga diretamente pelo governo federal. 

Texto: ASSESSORIA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário