Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Bastidores da política desta terça...

Imperatriz - Confira alguns tópicos da "Coluna Bastidores", escrita pelo jornalista, Coló Filho, no jornal "O Progresso", edição desta terça-feira, 03 de fevereiro de 2015.
Jornalista, Coló Filho, de O Progresso.

Bastidores
3 de Fevereiro de 2015    

Cadeira garantida
Depois do imbróglio na Justiça, Julião Amin (PDT) acabou assumindo o mandato na Câmara dos Deputados. Com a não validade dos votos de Deoclides Macedo, Julião ficou como suplente. Mas o TSE decidiu pela elegibilidade de Deoclides e os seus mais 56 mil votos foram contabilizados, garantindo ao PDT mais uma vaga, elegendo Julião Amin e tirando a vaga do peemedebista Alberto Filho. Daí, o ex-prefeito de Porto Franco ficou como primeiro suplente. Dois dias antes da posse, a juíza eleitoral Alice de Sousa Rocha, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), anulou a totalização dos votos de Deoclides, garantindo a posse de Alberto Filho. Só que no sábado, véspera da posse, o próprio TRE derrubou a decisão da juíza e Amin foi empossado. Agora é esperar o dia em que ele sairá de licença para assumir a Secretaria do Trabalho e da Economia Solidária, permitindo a Deoclides Macedo ocupar uma das cadeiras da Câmara dos Deputados.

Derrota
O governador do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), sofreu a sua primeira derrota na Assembleia Legislativa. Apesar dos esforços, ele não conseguiu eleger o seu candidato à presidência da Casa. O deputado Osires Damaso (DEM), do grupo dos “independentes”, foi reeleito com 14 votos, contra 10 do candidato do governo, Eli Borges (Pros). O candidato governista esperava tirar um voto dos “independentes” para garantir o empate e ganhar como o deputado com maior número de mandatos. Mas Damaso,  além de garantir os 13 votos, ainda ganhou mais um deputado governista.

Reação
Ao se manifestar sobre a informação publicada por um blog de que poderia ser o líder do governo Madeira (PSDB) na Câmara, o vereador Adonilson Lima (PCdoB) afirmou que “a reportagem é apenas uma invenção, articulada por interesses não republicanos. Essa discussão nunca existiu entre nós”. Pode ser, mas se fosse verdade não causaria nenhuma surpresa, porque nada mais é impossível em política, ainda mais porque hoje estamos presenciando uma ligação muito forte entre PCdoB e PSDB no Maranhão. Até parece que Madeira e Flávio Dino militavam juntos desde o início da carreira.

Começando
Em sessão marcada para as 9h, hoje a Câmara Municipal de Imperatriz reinicia as suas atividades parlamentares, sob a presidência de José Carlos Soares. Ontem pela manhã, o novo dirigente da Casa fez uma reunião com todos os servidores. É grande a expectativa em torno das ações de Zé Carlos, pois é imprevisível e novidades é o que não deverão faltar. É aguardar.

Olha aí!
O Maranhão está representado na Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. O 1º vice-presidente é o deputado Waldir Maranhão (PP-MA), que obteve 428 votos. A vaga era do PT, mas o partido resolveu lançar candidato, Arlindo Chinaglia (SP), e a cadeira acabou ficando com o PP, que indicou Waldir Maranhão. O partido tem 37 deputados.

E...
O deputado imperatrizense Marco Aurélio (PCdoB) ficou como vice-líder do Governo Flávio Dino na Assembleia Legislativa. O líder é Rogério Cafeteira (PSC), que foi eleito em 5 de outubro pela aliança que era comandada pelo candidato a governador Lobão Filho (PMDB).

Nenhum comentário:

Postar um comentário