Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

Rádio MDB Brasil Nacionais

Rádio MDB Internacionais Dançantes

Rádio MDB 2 Internacionais Românticas

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Bastidores da política desta sexta...

Imperatriz - Confira alguns tópicos da "Coluna Bastidores", escrita pelo jornalista, Coló Filho, no jornal "O Progresso", edição desta sexta-feira, 22 de janeiro de 2016.
Jornalista, Coló Filho, de O Progresso.

Bastidores
22 de janeiro de 2016

Ofensiva
Com a ajuda de governadores que apoiam o governo Dilma Rousseff, o Palácio do Planalto está numa ofensiva pela aprovação da CPMF no início dos trabalhos do Congresso Nacional, em fevereiro. Os ministros Jaques Wagner (Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Governo) estão empenhados em pôr os governadores para fazer a interlocução com suas bancadas e convencer os parlamentares a aprovar o retorno do chamado imposto do cheque. Na quarta-feira, 20 de janeiro, Wagner recebeu os governadores de Pernambuco, Paulo Câmara, e Renan Filho, de Alagoas, para tratar das demandas destes Estados. O ministro reforça que, diante das dificuldades orçamentárias, o tributo é crucial para a recomposição do caixa da União e que os governadores podem colaborar atuando diretamente na persuasão de deputados e senadores. O Palácio do Planalto acredita que poderá contar com os 16 governadores que, em dezembro passado, assinaram uma carta contra a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma. Governadores de oposição também serão procurados, uma vez que o reforço do caixa federal também os beneficiariam. A ideia do governo é aumentar durante a tramitação a alíquota da CPMF de 0,2%, exclusiva para a União, para 0,38%, abrangendo assim Estados e Municípios.

Em ação
Presidida pelo médico Antonio Leite, a Executiva Municipal do PMDB realizará hoje um encontro com as presenças do senador João Alberto, do presidente estadual da sigla, Remi Ribeiro, do pré-candidato a prefeito, Delegado Assis Ramos, e de lideranças regionais. Será das 10h às 12h, no plenário da Câmara. Serão discutidos assuntos relacionados às eleições de 2 de outubro. Amanhã haverá outro evento, mas no Clube da Facimp, a partir das 9h. Haverá filiações.

Soltura
Ontem informou-se que um dos donos da Bem Viver, Emílio Borges Rezende, teria sido solto após pagar uma fiança no valor de R$ 500 mil. Ele, três médicos e outras pessoas foram presos pela operação “Sermão aos Peixes”, desencadeada pela Polícia Federal por conta das investigações de desvios de recursos da Saúde no Maranhão. Na semana passada, houve a informação de que o médico Cloves Dias de Carvalho teria sido colocado em liberdade por estar doente e pagar fiança de R$ 60 mil.

Bandeira branca
No Tocantins, o governador Marcelo Miranda e a ministra da Agricultura, senadora Kátia Abreu, poderão fumar o cachimbo da paz. Eles romperam logo após as eleições. Com a reforma administrativa que Marcelo anunciará até o final de janeiro, o grupo de Kátia Abreu poderá ser “presenteado” com as secretarias de Agricultura e Educação. Essa questão de secretarias é que provocou rompimento entre os dois.

Contas
Em Sessão Plenária realizada na quarta-feira, o Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA) aprovou com ressalvas as prestações de contas apresentadas pelos seguintes gestores: Giancarlos Oliveira Albuquerque (Jenipapo dos Vieiras/2010); José Reis Neto (Aldeias Altas/2009), com multa de R$ 2.000,00 e Mercial Lima de Arruda (Grajaú/2007). Paula Francinete da Silva Nascimento (Monção/2009) teve suas contas desaprovadas, com multas no total de R$ 47.000,00.

Ditadura
O historiar Grimaldo Carneiro Zachariadhes estará em São Luís, de segunda (25) a quarta-feira (27), cumprindo agenda que tem como tema o direito à memória e à verdade. Um dos objetivos é fortalecer o grupo de trabalho para a formação da Comissão Estadual da Memória e da Verdade no Maranhão. Ele vai entregar documentações digitalizadas do Sistema Nacional de Informação (SNI) ao Arquivo Público do Estado do Maranhão (Apem), disponibilizando-o à consulta pública, além de abrir diálogo sobre Memória e Verdade com estudantes de graduação e pós-graduação de instituições de ensino superior. Carneiro Zachariadhes é mestre em História pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e doutorando em História, Política e Bens Culturais pelo Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC), que é a Escola de Ciências Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Nenhum comentário:

Postar um comentário