Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Marília x Maranhão....

Marília x MAC começam a decidir título da Série B.
Imperatriz - Em jogo que será realizado nesta quarta-feira (21), às 20h15min, no estádio municipal Frei Epifânio, o Marília recebe o Maranhão, na primeira partida da final do Campeonato Maranhense da Série B de 2015.

Para o time tocantino, somente a vitória interessa, tendo em vista que o Maranhão joga por dois empates para ficar com o título da competição e voltar à elite do futebol maranhense. Vencendo, o Marília reverte a vantagem do Maranhão Atlético e vai para o segundo jogo, definido para acontecer no próximo domingo (25), às 17 horas, no Castelão, em São Luís, precisando do empate para ser o campeão.

Na partida do primeiro turno, realizada, também, no Frei Epifânio, o Marília venceu por 3 a 2, mesmo tendo atuado todo o segundo tempo com apenas nove jogadores. Mas hoje é outra situação e as duas equipes já se conhecem.

Marília
No Marília, o técnico Calebe Guimarães tem uma dúvida. O meia Daniel Barros, uma das peças fundamentais na conquista do segundo turno, está sentindo uma lesão, já jogou no sacrifício domingo passado, contra o próprio Maranhão. Ele será avaliado durante o dia de hoje e se não tiver condições, Anderson, que já o substituiu em São Luís, vai para o jogo. Nos demais postos, todos os jogadores estão em condições. Calebe tem o retorno de Rayllan, que não atuou em São Luís por ter cumprido suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Maranhão
No MAC, Meinha não muda. O Bode Gregório sairá jogando com a mesma equipe que atuou domingo passado.

Ficha Técnica
Marília x Maranhão
Local: Frei Epifânio
Horário: 20h15min
Árbitro: Ranilton Oliveira Sousa
Assistentes: Cicero Romão Batista Silva e Djavan da Costa e Silva.
4º Árbitro: Manoel Cabral Pessoa Filho.

Marília
Roque; Mozan, Lucena, Marcelo e Pedrinho; Douglas, Ronald, Otávio e Daniel Barros (Anderson); Rayllan e Júnior Chicão.
Técnico: Calebe Guimarães.

Maranhão
Pablo; Denilson, Leomar, Johildo e Rômulo; Sandro Bacabal, Kleo, Curuca e Helton; Casagrande e Giliard.
Técnico: Edmilson Gomes (Meinha).

Fonte: O Progresso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário