Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Risco de conflito em bairro é alertado por vereador....

Adonilson conversa com as famílias do bairro.
Imperatriz - O vereador professor Adonilson Lima, (PCdoB), usou a tribuna para fazer um alerta sobre o risco de um possível conflito no cumprimento de um Mandado de Reintegração de Posse em desfavor de mais de trezentas famílias que residem no Parque das Palmeiras II. 

O edil esteve no bairro, acompanhado do vereador Fidélis Uchoa, (PRB), e acompanhou o drama das famílias que além da luta pela sobrevivência  vivem a ameaça de uma decisão judicial que pode deixar sem teto  os moradores que residem  no local. “O procedimento é sempre o mesmo, as famílias sem apoio nenhum se organizam em casebres, conseguem sobreviver em meio a condições sub-humanas e depois por meio de títulos fraudulentos, grileiros  despejam esses cidadãos”, desabafou Adonilson 

Para o vereador Fidélis Uchoa(PRB) a situação exige sensibilidade e equilíbrio para evitar o pior. “Deve-se encontrar uma solução que não passe pelo despejo e desastre social de deixar famílias já fragilizadas em completo estado de abandono”, enfatizou o vereador.

Diante da gravidade da situação, o vereador Adonilson comunicou o fato ao Secretário de Segurança Pública, Jeferson Portela, ao Secretário de Regularização Fundiária, Daniel Sousa,  ao prefeito Sebastião Madeira(PSDB), à Comissão Estadual de Direitos Humanos  e ao Governador Flávio Dino. “Comunicamos a situação as autoridades competentes para que possam intermediar uma solução pacífica que evite mais um conflito agrário, como o  que ocorreu em Eldorado dos Carajás, no Pará, que ceifou  a vida de dezenove trabalhadores rurais, onze deles maranhenses que simbolizam os milhões de conterrâneos que vão buscar oportunidades e um teto para morar em outras terras”, justificou

A pedido do vereador, a Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Imperatriz, do qual  Adonilson é integrante, aceitou se reunir, discutir o assunto e visitar a comunidade para conhecer  a realidade das  trezentas famílias ameaçadas de despejo. 
O representante das famílias do Parque das Palmeiras II, Joaquim Barroso de Oliveira soube por meio de um advogado que esteve no local que o Mandado Judicial de Reintegração de Posse é favorável a uma  Construtora denominada Incorpol que se declara a proprietária da área. “Estamos todos em estado de tensão sem dormir e amedrontados com a possibilidade de sermos despejados a qualquer momento”, disse Joaquim Barros.

Adonilson Lima colocou à disposição das famílias a assessoria jurídica do gabinete e advogados, sensíveis à causa, para acompanhar a situação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário