Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Coluna na Marca do Pênalti desta terça-feita...

Imperatriz - Confira alguns tópicos da Coluna, "Na Marca do Pênalti", edição desta terça-feira, 18 de abril de 2017, do Jornal "Correio Popular", escrita pelo radialista Carloto Júnior.
Radialista Carloto Júnior.

Coluna Na Marca do Pênalti
18 de abril de 2017

E não deu para...
...o Cavalo de Aço, mesmo vencendo o Cordino pelo placar de 3 x 1, no ultimo domingo, no estádio municipal Frei Epifânio. Além da vitória, o Imperatriz precisava de uma combinação de resultados, que não aconteceram, para conquistar a classificação para a semifinal do 2º turno. O Cavalo de Aço torcia para que o Maranhão vencesse o São José, até porque o MAC dependia, também, da vitória dele e do Imperatriz para se classificar. Apenas empatou em 1 x 1. Outro resultado esperado pelo Imperatriz era um empate ou vitória do Moto sobre o Sampaio. Acabou que o Tricolor venceu, por 1 x 0. Por último, um tropeço do Santa Quitéria diante do Americano, resultado pouco provável. A Raposa saiu na frente, sofreu o empate, mas acabou vencendo (2 x 1). Este é o problema de ficar dependendo de outros resultados.

Jogo com quatro...
...pênaltis, difícil de ver no futebol de hoje. Pois foi o que aconteceu na vitória do Imperatriz sobre o Cordino, por 3 x 1. Os quatros gols foram todos de penalidades máximas. Diga-se de passagem, todos existentes. Diferente dos últimos dois jogos do Imperatriz, Rúbens, que havia perdidos dois pênaltis, desta vez não cobrou nenhum. Adauto cobrou o primeiro, pênalti que ele mesmo sofreu. Depois foi a vez de Léo Paraíba, que foi derrubado pelo goleiro Douglas. Na cobrança, a bola chegou a bater na trave, voltou nas costas do goleiro para, depois, entrar. Por último, já nos acréscimos do 2º tempo, Cris marcou o terceiro, que ele mesmo sofreu. O gol de honra do Cordino foi marcado por Ulisses, que foi derrubado por Róbson Simplício. Teve torcedor que falou que o Imperatriz deveria ter trocado o cobrador no jogo com o Moto, quando Rúbens perdeu o segundo pênalti, consecutivo. Outra frase do torcedor: “Cavalo venceu o jogo errado”, se referindo a decisão com o Cordino, no 1º turno.

A vantagem...
...nas semifinais do 2º turno é do Santa Quitéria, 1º do Grupo A, com 9 pontos e do Sampaio, 2º colocado do Grupo A, com 8 pontos. Algumas pessoas estão tentando criar polêmica, já que o correto seria os primeiros colocados, de cada grupo, (Santa Quitéria no A e Moto no B), terem a vantagem. Só que o Artigo 11 do Regulamento determina que a vantagem seja para as equipes de melhor índice técnico na fase de grupo. Com isso, Santa Quitéria, com 9 pontos, e o Sampaio com 8, tiveram os melhores índices técnicos. A classificação nos grupos só serve para definir os adversários, enquanto a definição da vantagem é pelo índice técnico. Se o Moto está chiando, porque terminou como o primeiro colocado o Grupo B, e não vai ter a vantagem, imaginem o Imperatriz e São José, que somaram mais pontos do que o Moto, além do Imperatriz ter a melhor campanha no estadual (23 pontos), e estão fora da semifinal do 2º turno, Coisas do futebol e do Regulamento. 

O Imperatriz mantém...
...uma luz no fim do túnel para conseguir a segunda vaga para o Campeonato Brasileiro da Série D, do próximo ano. Para isso acontecer é preciso que Sampaio ou Moto conquistem o 2º turno, decidindo o estadual com o Cordino, campeão do 1º turno. Como Sampaio e Moto já estão na Série C e, mesmo que caiam para a D, vão participar porque foram rebaixados, o estado do Maranhão mantém as duas vagas para a Série D. Uma do Cordino e a outra cairia no colo do Imperatriz, por ter a melhor campanha na classificação geral. Outra chance do Imperatriz é o Cordino vencer, também, o 2º turno. O Cavalo de Aço seria o vice-campeão pela classificação geral e estaria, não só na Série D, mas, também, na Copa do Brasil de 2018 e na Seletiva da Copa do Nordeste, ainda, este ano. O torcedor do Imperatriz já escolheu para quem torcer neste restante de 2º turno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário