Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Bastidores da política desta quarta...

Imperatriz - Confira alguns tópicos da "Coluna Bastidores", escrita pelo jornalista, Coló Filho, no jornal "O Progresso", edição desta quarta-feira, 8 de outubro.
Jornalista, Coló Filho, de O Progresso.

Bastidores
8 de Outubro de 2014 

Federal
Dando continuidade ao assunto tratado ontem pela coluna sobre a não eleição de nenhum candidato a deputado federal de Imperatriz, hoje lembramos que desde a eleição de 1986 que a cidade não deixava de ter um candidato eleito para a Câmara Federal. Naquele ano, foram eleitos Davi Alves Silva e Onofre Correa, e ainda tinha Cid Carvalho, com forte atuação em Imperatriz e região. O hoje prefeito Sebastião Torres Madeira foi deputado por quatro mandatos. Teve ainda Daniel Alves Silva, irmão de Davi. Atualmente tem Davi Jr., que não se reelegeu nas eleições do último domingo. Além dele, foram candidatos Ildon Marques, Rosângela Curado, Pastor Porto e Francisco Escórcio, além de outros da “segunda divisão”. Portanto, a partir de 1º de janeiro Imperatriz ficará sem representante na Câmara Federal, um grande prejuízo para a cidade.

Engraçado
O deputado federal Davi Jr. ficou os quatro anos sem contato com os eleitores e só começou a fazer a campanha em setembro, um mês antes das eleições. E mesmo assim de forma tímida, sem apoiadores e pouca atividade nas ruas, possivelmente para não gastar dinheiro. Na reta final da campanha, pegou carona em caminhadas do deputado Antonio Pereira e de outros candidatos. Derrotado, agora quer culpar os outros. No facebook, atacou o prefeito Sebastião Madeira e também se dirigiu a Ildon Marques, embora sem citar o seu nome. Não é por aí, deputado...

Engraçado II
Não é apenas Davizinho. Apoiadores de outra candidatura também querem culpar Ildon Marques. Ora, da mesma forma que os outros têm direito de ser candidatos, ele ou quem quer que seja também têm. Só a justiça poderia impedi-lo, e não impediu. Ildon poderia muito bem se queixar que também foi prejudicado. Ou só ele que teria que não disputar? Esse negócio de candidato entrar numa disputa se preocupando com os outros é uma idiotice. Tem que ir para a luta apostando na sua capacidade e força para vencer, e nunca achar que não deva ter concorrente. W x O não existe.

Suplente
Em nota divulgada ontem, o candidato a deputado federal Deoclides Macedo (PDT) revela que tão logo revertida a decisão de indeferimento de minha candidatura, decisão esta que foi tomada contra a orientação do Supremo Tribunal Federal, estarei apto a me investir no cargo de Deputado Federal e continuar a luta para garantir um futuro melhor para o nosso Maranhão”. Pois é, mas vale lembrar que a segunda vaga na coligação, caso sejam  confirmados os votos de Deoclides, seria ocupada por Julião Amim, que é o primeiro suplente. Deoclides é o segundo. O único eleito foi Weverton Rocha.

Pergunta
Feita ontem por um (e)leitor: - No Maranhão houve mesmo uma mudança ou apenas uma alternância de poder?

Votação
Na cidade de Coelho Neto, em que foi secretária de Saúde, a candidata a deputada federal Rosângela Curado (PDT) obteve apenas 291 votos. Em Imperatriz, foram 23.112 votos. No geral, 37.726. Rosângela ficou na segunda suplência. Caso os votos de Deoclides Macedo sejam validados, ela passa para a terceira suplência.

Encerrando?
“A eleição recomeça para uns e finda para outros. Teremos segundo turno para presidente da República. Em nosso estado, inicia-se um novo governo. Eu encerro aqui qualquer pretensão política eleitoral. Agradeço a todos pelo empenho e incentivo”. Afirmação da candidata a deputada estadual Mara La Rocque.

Lançamento
Carlos Leen Santiago lança hoje, quarta-feira, o livro “O Estreito Desenvolvimento: História dos Conflitos da Barragem”. Será às 19h, no Salão do Livro de Imperatriz (Salimp).

Nenhum comentário:

Postar um comentário