Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Na Marca do Pênalti desta terça...

Imperatriz - Confira alguns tópicos da Coluna, "Na Marca do Pênalti", edição desta terça-feira, 02 de agosto de 2016, do jornal "Correio Popular".
Radialista Carloto Júnior.

Na Marca do Pênalti
02 de agosto de 2016

Lewis Hamilton...
...parece está decidido a conquistar o seu quarto título na Fórmula 1 na atual temporada de 2016. Após um começo claudicante, onde seu companheiro de equipe, Nico Rosberg, se aproveitou para disparar na classificação nas primeiras provas, o inglês reagiu, assumindo a ponta da classificação. Na GP da Inglaterra, Hamilton venceu e ultrapassou Rosberg em 1 ponto. No último domingo, todos esperavam o troco de Nico, já que ele largou na pole e o GP era no seu país, a Alemanha. Só que o alemão bobeou na largada e Hamilton se aproveitou para tomar a ponta, não largando mais. A diferença subiu para 19 pontos. A Fórmula 1 dá uma parada e retorna no dia 28 deste mês. Até lá, Nico Rosberg vai ter que se reinventar se quiser evitar o quarto titulo de Lewis Hamilton.

Causou surpresa...
...a convocação de Weverton, goleiro do Atlético Paranaense para substituir Fernando Prass que foi cortado por apresentar contusão no cotovelo. Além de Fernando Prass, o técnico brasileiro, Rogério Micale, convocou Uilson, goleiro do Atlético Mineiro para as Olimpíadas 2016. Na pré-lista, ele tinha três goleiros relacionados (Alison, da Roma, Jean, do Bahia e Jordi, do Vasco). Surgiu, ainda, a possibilidade de Diego Alves ser chamado para substituir Prass, mas Micale acabou escolhendo Weverton. De acordo com as primeiras informações, as características do goleiro do Atlético/PR acabaram convencendo o técnico brasileiro. Weverton sabe jogar com os pés, além de ser um bom pegador de pênaltis. Só nos resta torcer para que Weverton possa fazer uma grande olimpíada.

Outra surpresa...
...foi a vitória do Botafogo sobre o Palmeiras, até então líder do Brasileirão. O clube carioca realizou a sua melhor partida no campeonato e venceu o alve verde por 3 x 1, jogo que foi realizado no estádio Luso Brasileiro, batizado, carinhosamente, pelo botafoguenses de Arena Botafogo. Segundo os especialistas, o fato do Botafogo jogar em um estádio com a presença da sua torcida do Rio, fez a diferença. Os mais de 15 mil botafoguenses empurraram o time à vitória do início ao fim. O Botafogo foi cirúrgico e o atacante Neílton se tornou o grande nome do jogo, ele que marcou os dois primeiros gols do Botafogo. O segundo, inclusive, uma pintura, onde o camisa 7 tirou Jean e Edu Dracena da jogada em um drible só, para finalizar cruzado sem chances para o goleiro Vagner. Camilo fez o terceiro, de pênalti. A derrota custou caro ao Palmeiras que caiu de primeiro para terceiro. O novo líder do Brasileirão é o Corinthians, que venceu o Internacional, por 1 x 0, em Porto Alegre.

Complicada...
...a situação do Sampaio no Campeonato Brasileiro da Série B. O Tubarão voltou a perder, desta feita de goleada, 4 x 1, para o Atlético/GO e ver o rebaixamento, cada vez, mais perto. Faltando uma rodada para fechar o turno, o Sampaio continua na lanterna com, apenas, 12 pontos conquistados em 18 jogos. Vai virar o turno em ultimo e só um milagre para salvar o representante maranhense do rebaixamento. Se o Sampaio anda mal, o Moto, campeão estadual, está em uma situação, um pouco, melhor. O Rubro Negro venceu o Águia de Marabá, por 1 x 0, na partida de ida da 2ª fase do Brasileiro da Série D. O jogo da volta acontece no próximo domingo, em Marabá. O Moto precisa de um empate, mesmo resultado obtido na fase de grupo, para se classificar para a 3ª fase. Caso o Águia vença por um gol de diferença, a decisão vaia para as penalidades máximas. Não vai ser fácil para o Rubro Negro maranhense.

Indignado...
...está o Japão, dirigente da Liga Imperatrizense de Futebol (LIF) e prestador de serviço da Sociedade Imperatriz de Desportos (SID). Segundo ele, até hoje o clube não acertou os seus salários, além de mais de R$ 3 mil reais que ele emprestou ao clube e até agora não foram pagos. Para piorar a situação, Japão conseguiu, junto a FMF, através do presidente Antonio Américo, a liberação de R$ 10 mil reais para o Imperatriz, através da empresa responsável pelo marketing da Copa do Brasil. O dinheiro foi depositado na conta do clube, só que o presidente do Conselho Deliberativo, Antonio Torres, que responde pelo clube, não conseguiu sacar por que não tinha a Ata que comprovava a sua posse. Pasmem os senhores. Japão, precisando receber o que lhe era de direito, conseguiu a Ata, com o conselheiro Gilbert Pereira, e após registrar, entregou para Torres que se dirigiu à CEF para sacar o dinheiro. Devido a demora do dia do depósito para o dia que resolveram a questão da Ata, o dinheiro foi confiscado pela Justiça do Trabalho. Além dos R$ 10 mil, a Justiça bloqueou mais R$ 18 mil reais, que, ainda não foi confirmado, devem ser da Copa do Nordeste. Não falta acontecer mais nada ao Imperatriz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário