Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

sábado, 13 de setembro de 2014

Bastidores da política deste sábado....

Imperatriz - Confira alguns tópicos da "Coluna Bastidores", escrita pelo jornalista, Coló Filho, no jornal "O Progresso", edição deste sábado, 13 de setembro.
Jornalista, Coló Filho, de O Progresso.

Bastidores
13 de Setembro de 2014   

Apoio
Alguns continuam insistindo na conversa de que candidato A ou B é “paraquedista”, como se ele não fosse do estado e estivesse proibido de pedir votos em Imperatriz. Besteira. O candidato, seja de São Luís, Cantanhede, Codó, Pinheiro, Caxias, Bacabal, Timon e etc., tem o direito de pedir votos aqui. E vota quem quer. Agora ninguém fala da existência de políticos locais apoiando candidatos de outras regiões. A cidade tem diversos candidatos a deputado estadual e outros a federal. Há Antonio Pereira, Léo, Dr. Pádua, Carlinhos Amorim, Mara, Roma, Marco Aurélio, Rildo, Valdinar e outros para estadual. Para federal há Ildon, Rosângela, Pastor Porto, Chiquinho Escórcio, Davizinho, Marwel, Cicero Melo e outros. Mas tem político que deixa de apoiar nome local e do próprio grupo para apoiar candidato de fora. Isso, sim, é que deveria ser questionado. Mas a maioria dos vereadores deu bom exemplo. Com exceção de dois ou três, apoia candidatos daqui.

Suplente
Com o indeferimento pelo TSE da candidatura a suplente de senador de Raimundo Monteiro (PT), a coligação Pra Frente, Maranhão, composta de 18 partidos, está discutindo a escolha do seu substituto. Há alguns nomes sendo especulados, como do ex-secretário do Trabalho, Antonio Heluy, e do vereador de São Luís Honorato Fernandes.

E...
Ontem, um observador político lembrou o nome do médico imperatrizense Antonio Leite como opção para o lugar de Raimundo Monteiro. Só que a vaga de suplente é do PT, pois o titular, Gastão Vieira, é do PMDB, mesmo partido de Leite.

Será?
Dizem que um grupo político foi transformado em “ninho de cobras”. Já por conta da sucessão de 2016. É difícil de acreditar. Está tão longe...

Definido
Em artigo com o título “O Brasil vive uma alarmante crise moral! - O que devemos fazer neste momento de eleições?”, publicado nas redes sociais, o empresário e ex-vereador Francimar Gomes Moreira declara o seu voto em Mara La Rocque (PPS), candidata a deputada estadual. Francimar informou à coluna que nesta reta final estará engajado na campanha da candidata. 

Jogou a toalha?
A coluna Panorama Político, de O Globo, revela que “o PSDB já está negociando o segundo turno. O ex-presidente Fernando Henrique tem conversado com um dos coordenadores de Marina Silva, o deputado Walter Feldman. Foi um desses contatos que inspirou FH a defender que atacar Marina é fazer o jogo da presidente Dilma”. Como se vê, parece que o ex-presidente tucano já não acredita mais em virada.

Aumentar
A Câmara Federal analisa o Projeto de Lei 7110/14, que aumenta de 20 para 40 o limite de pontos relativos a infrações de trânsito aplicados a uma habilitação de um motorista de táxi. Pela proposta, só quando atingisse o patamar o profissional perderia o direito de dirigir. A proposta é do deputado Mendonça Prado (DEM-SE). Ele argumenta que, em razão do exercício da sua profissão, o taxista está mais sujeito a pequenas multas, e deve ter tratamento diferenciado do ponto de vista legal. “Tal medida não é isonômica e deve ser retificada, se adaptando à situação de uma sociedade plural, onde temos o exemplo dos taxistas que se expõem a um tempo de trânsito muito superior aos demais cidadãos”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário