JOSÉ AUGUSTO - 10 DE MAIO

JOSÉ AUGUSTO - 10 DE MAIO

Rádio MDB Brasil Nacionais

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Aumenta o número de lançamentos imobiliários no Brasil

Foto meramente ilustrativa.
A economia brasileira vem apresentando resultados positivos nos últimos dois anos após a grave crise econômica ainda sentida pelo país. Com isso, muitos mercados e segmentos passaram a apresentar melhoras em termos de comercialização e negócios. 

Um deles foi o mercado imobiliário, que vem registrando altas e bom aquecimento desde o ano de 2017. Aquecimento esse concentrado mais em relação a venda de imóveis já prontos e residências.

Em 2018, o ano também foi marcado pelo crescimento no setor. No segundo trimestre entre abril a junho, as vendas de unidades residenciais foram 17,3% maiores maiores em comparação com o trimestre anterior. Comparado com o mesmo período do ano de 2017, o volume de vendas de imóveis foi de cerca de 32,1%, segundo dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) em parceria com o Senai.

Entre abril e junho do ano passado, o número de vendas foi de 29,9 unidades residenciais. Um número que baixou o estoque de imóveis disponíveis à venda em 124,7 mil unidades em todo o país. Estoque esse que pode ser todo vendido em apenas doze meses, se continuado o volume mensal de compras. Com isso, o mercado aqueceu-se para um outro segmento, o de lançamentos imobiliários.

Um segmento que já apresentava boas expectativas, pois com a interiorização de muitas universidades nos últimos anos, o mercado passou a apostar em cidades menores, que passaram a receber estudantes com potencial de continuarem residindo nestes locais. Agora, com um estoque menor de imóveis prontos para comercialização e boas expectativas para a economia, o mercado imobiliário tem voltado seus olhos novamente para a produção de lançamentos, compradores e construtoras que precisam estar atentas nas melhores oportunidades de negócio. Se deseja comprar, busque informação em sites como este.

A onda de crescimento ainda é explicável por conta do aumento de segurança que o brasileiro anda tendo em relação a seu emprego e renda.  Mais seguros de que terão como fazer financiamentos imobiliários e pagar corretamente suas parcelas, as pessoas voltam à busca por realizar o sonho da casa própria. E as reduções das taxas de juros recentes fazem com que o crédito para financiamento fique mais barato, e portanto, atrativo.

Ponto importante a mencionar e concluir em relação ao aumento de lançamentos imobiliários no Brasil é que ele é generalizado, presente nos quatro cantos do território nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário