JOSÉ AUGUSTO - 10 DE MAIO

JOSÉ AUGUSTO - 10 DE MAIO

Rádio MDB Brasil Nacionais

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Técnico do Sampaio critica 1º tempo da sua equipe

Flávio Araújo, treinador do Sampaio.
(Foto: Afonso Diniz) 
São Luís - Flávio Araújo analisou o primeiro tempo do Sampaio contra o Imperatriz como inexplicável. Segundo o treinador, o time estava treinado, descansado, mas ‘bateu cabeça’ e chegou a entregar bolas ao ataque do Imperatriz que poderiam comprometer o resultado.  

Para o comandante, a comissão técnica vai aproveitar os próximos dias para avaliar melhor a escalação do time para a próxima partida, que será contra o CSA, pela Copa do Nordeste. – “No primeiro tempo, não gostei do nosso posicionamento na linha defensiva. O nosso primeiro tempo foi surpreendente, pois o time estava totalmente apático. Só na saída de bola entregamos três vezes ao adversário. O primeiro tempo de hoje foi inexplicável. Agora tenho os dias que antecedem o jogo contra o CSA para definir a formação titular” – disse o treinador.

Assim como alguns jogadores de Imperatriz e Sampaio, Flávio Araújo também reclamou da arbitragem de Maycon matos Nunes. – “O árbitro não pode querer aparecer desse jeito. Quem entrou atrasado no início e no intervalo do jogo? A arbitragem. Aí no jogo, teve um lance que foi decisivo. Rômulo sofre a falta, o árbitro não marca e continua o lance. O jogador do Imperatriz entra em nossa área totalmente impedido, mas a arbitragem deixa seguir e ele sofre o pênalti do empate. Tem mais, o árbitro ficou o jogo todinho xingando os atletas. Isso não existe. Ele que se imponha com cartões, se for o caso” – concluiu Flávio Araújo.

O Sampaio joga domingo (3), novamente no Castelão, mas pela Copa do Nordeste, contra o CSA, às 19h30 (horário local). Pelo Maranhense, o time volta a jogar no sábado (9), contra o Moto Club.

Fonte: GE Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário