Rádio MDB Brasil Nacionais

Rádio MDB Internacionais Dançantes

Rádio MDB 2 Internacionais Românticas

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Moto já perdeu dois jogadores por conta de dificuldades financeiras

Marcinho Guerreiro diz que clube deve dois meses de salários.
(Foto: Lucas Almeida)
São Luís - O Moto Club de São Luís passa, mais uma vez, por sérios problemas financeiros. Desta vez, a falta de dinheiro atingiu os profissionais contratados para o Campeonato Maranhense da atual temporada. Por isso, alguns jogadores começaram a sair do clube. O atacante Jefferson Araújo e o meia André Mensalão pediram rescisão justificando melhores propostas.

A situação financeira ruim compromete bastante a sequência do time na competição. No sábado de carnaval, o treino foi cancelado pelo próprio time. Nesta quarta-feira de Cinzas, a atividade foi antecipada da tarde para a manhã no CT Pereira dos Santos. – “Estamos treinando sozinhos. É muita promessa e nada (de realizá-las). Esta situação nenhum outro treinador aceitaria. Todo dia tenho que falar com os jogadores e dar palavras de incentivo, mas as coisas têm que se arrumar. Ninguém (da diretoria) aparece, nem fala nada. Todo mundo com telefone desligado” – declarou o treinador Marcinho Guerreiro.

Além de manutenção dos treinos, o problema maior é o atraso salarial. Quem ficou de 2017 para 2018 vive situação ainda pior, pois acumula os meses não pagos. – “Estamos com dois meses de salários atrasados e eu já estou com sete meses. A gente está segurando a ‘barca’, a comissão toda e os jogadores. Agora chegou no limite. Sábado já não teve treino” – concluiu o treinador.

Na semana passada, a diretoria havia dito que esta semana estaria com recursos disponíveis provenientes de projetos que estava buscando liberação há semanas. Se esta promessa for cumprida, pelo menos parte dos salários deve ser paga.

O Moto está com cinco pontos, é o vice-líder do Campeonato Maranhense e joga domingo, às 15h45, no Leandrão, em Barra do Corda, contra o Cordino.

Fonte: GE Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário