Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Time colombiano pede que Chapecoense seja declarada campeã

Jogadores do Atlético Nacional se reúnem em oração.
Colômbia - Um fato inédito no futebol mundial. Adversário da Chapecoense na final da Copa Sul-Americana, o Atlético Nacional da Colômbia soltou uma nota na tarde de terça-feira (29) na qual solicita à Conmebol que o título da competição seja entregue à equipe catarinense. Com três parágrafos, o clube colombiano mostrou solidariedade a parentes, amigos e torcedores das vítimas do voo que deixou mais de 70 mortos na última madrugada e pediu que a taça vá para Chapecó. – “Depois de estar muito preocupado pela parte humana, pensamos no aspecto competitivo e queremos publicar esse comunicado no qual o Atlético Nacional pede para a Conmebol que o título da Copa Sul-Americana seja entregue à Associação Chapecoense de Futebol como louro honorário pela sua grande perda e em homenagem póstuma às vítimas do fatal acidente que deixa o nosso esporte de luto. Da nossa parte, e para sempre, a Chapecoense é a campeã da Copa Sul-Americana” - encerrava o comunicado divulgado pelo clube colombiano.

Atlético Nacional e Chapecoense começariam a decidir a Copa Sul-Americana nesta quarta-feira (30), em Medellín, mas em função da tragédia os dois jogos foram suspensos por tempo indeterminado. A Conmebol cancelou a partida nas primeiras horas do dia e inicialmente tinha afirmado que não iria se manifestar até uma reunião no fim de dezembro. 

Da parte do clube colombiano, essa não foi a primeira manifestação de apoio ao rival. Antes, convocou a sua torcida para uma homenagem e pediu para que as pessoas compareçam ao Estádio Atanásio Girardot nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), horário marcado para a partida de ida, com roupas brancas e velas nas mãos. O Atlético Nacional já havia lamentado o ocorrido nas redes sociais e, inclusive, trocado o escudo do seu perfil oficial pelo da Chapecoense - todas as equipes da Série A do Brasileiro fizeram isso. Lateral do time colombiano, Gilberto García sugeriu que a Chape fosse declarada campeã da Sul Americana 2016.

Ajuda
Clubes brasileiros, como Coritiba, Corinthians, Palmeiras, Portuguesa, Santos e São Paulo, se uniram e publicaram nota oficial em conjunto para, além de manifestar pesar pela tragédia com a delegação da Chapecoense, também oferecer ajuda com empréstimo gratuito de atletas e solicitar à CBF que a equipe catarinense fique imune ao rebaixamento pelas próximas três temporadas. A diretoria do Palmeiras, campeão brasileiro deste ano, pediu para usar o uniforme da Chapecoense no seu último jogo, contra o Vitória da Bahia.

Adiamento
A CBF, ainda, não se manifestou sobre o pedido, mas adiou a decisão da Copa do Brasil, entre Grêmio x Atlético/MG, que aconteceria, também, nesta quarta-feira, em Porto Alegre. A última rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, programado para o fim de semana, também, foi adiada.

Fonte: Jornal Correio Popular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário