Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

Rádio MDB Brasil Nacionais

Rádio MDB Internacionais Dançantes

Rádio MDB 2 Internacionais Românticas

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Momento único....

A Tocha...
Foi emocionante a passagem da Tocha Olímpica por Imperatriz. Desde o início, na ponte Dom Afonso Fellippe Gregory, quando o professor de Artes Marciais, Francisco Amorim, desceu de Rapel da ponte até o Rio Tocantins e lá aconteceu o primeiro revezamento para o cantor e compositor, Zeca Tocantins, até a chegada, na Beira Rio, quando o piloto de Stock Car, Rafael Suzuki, acendeu a pira olímpica. É um momento que, com certeza, vai ficar marcado para o resto da vida daqueles que tiveram o privilégio de conduzir o mais importante símbolo das Olimpíadas Rio 2016. A cidade de Imperatriz está de parabéns e os condutores, também. O povo se comportou bem e não foi registrado nenhum tipo de incidente.


Triste...
...mesmo foi ver algumas postagens agressivas, (diga-se de passagem), nas redes sociais, de pessoas que não tem o mínimo de sensibilidade, espírito esportivo e, muito menos, a noção da importância desse momento para a cidade de Imperatriz, o estado do Maranhão e para o nosso País. Misturam as coisas, como se uma estivesse entrelaçada na outra. Outro ponto foram algumas críticas pela ausência ou escolha de alguns nomes no evento. Essas pessoas não citam ou elogiam as escolhas, por exemplo, o jogador Lindoval, que muito fez pelo time do Imperatriz; os professores, Getúlio Melo, Isnande Barros, Ribeiro Neto, que fizeram e fazem história em suas áreas; Elcy Rodrigues e Dayana Fernandes, que muito representam a nossa cidade em competições de atletismo; o árbitro de futebol, Ranilton Oliveira, um orgulho da cidade; Edilson do time de basquetebol, Cenapa; Naldo Belone, que tem um trabalho extraordinário com crianças; apóstolo Adivando Júnior, um lutador contra as drogas e recuperador de drogados; Ítalo Mazzilli e a Fadinha do Skate (que infelizmente não pôde conduzir a Tocha por conta da idade, mas esteve ao lado do seu pai, que foi o condutor); Zeca Tocantins, cantor e compositor, que tanto divulga o nome de Imperatriz nos festivais de música que participa e tantos outros, que conduziram a Tocha Olímpica. Só que é mais fácil criticar. E assim segue a humanidade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário