Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

Rádio MDB

Rádio MDB 2

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Brasil pode ficar sem pilotos na F-1 deste ano

Felipe Nasr e Pascal Wehrlein.
São Paulo - Mal o ano começou, a Sauber confirmou a contratação do alemão Pascal Wehrlein para fazer a dobradinha com Marcus Ericsson na temporada de 2017 da Fórmula 1, segundo o site da MotorSport na manhã de segunda-feira (02). No quebra-cabeça das equipes para formação dos times, a notícia tem vários reflexos nas rodadas de negociações. E quem certamente não gostou foi o brasileiro Felipe Nasr.

O piloto brasileiro de 24 anos, ainda à procura de emprego, era um dos cotados para assumir a vaga na equipe suíça. Agora, a única chance de Nasr continuar no circo como titular é acertar com a Manor. O anúncio do fim do patrocínio do Banco do Brasil no fim da temporada o prejudicou a arrumar novos parceiros, ainda mais com a crise econômica do país. Outro brasileiro certamente viu essa notícia com bons olhos: Felipe Massa. Com a confirmação de Wehrlein na Sauber, ficou mais evidente que o sucessor de Nico Rosberg na Mercedes será realmente Valtteri Bottas - ele até visitou a equipe antes do Natal para experimentar o cockpit do carro. Era Wehrlein quem brigava com Bottas pela vaga. Como o finlandês substituirá o atual campeão mundial, que se decidiu pela aposentadoria, a vaga na Williams ficou mais certa ainda para Massa, que desistiu da aposentadoria certamente com essa aposta debaixo do braço.

Inexperiência contou
Embora Pascal Wehrlein receba apoio da marca alemã e tenha sido até o domingo um candidato para a vaga na Mercedes em todas as especulações, ficou claro que a falta de experiência do alemão contribuiu para que não se tornasse na temporada de 2017 o parceiro do inglês Lewis Hamilton. Com a confirmação de Bottas na Mercedes cada vez mais próxima, Massa garantirá à Williams alguém experiente para fazer dupla com o novato canadense Lance Stroll.

Felipe Nasr agora terá de jogar suas fichar na Manor, que tem como favorito a uma das vagas o mexicano Esteban Gutierrez. Na outra, o brasileiro briga com o indonésio Rio Haryanto.

Fonte: GloboEsporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário