Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

Rádio MDB Brasil Nacionais

Rádio MDB Internacionais Dançantes

Rádio MDB 2 Internacionais Românticas

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Troca de e-mails indica que CBF orientou o Vitória no caso Victor Ramos

Zagueiro Vitor Ramos emprestado ao Vitória.
Rio - Uma troca de e-mails entre Reynaldo Buzzoni, diretor de registros da CBF, e Edson Vilas Boas, chefe de registros do Vitória, foi anexada pelo Internacional em sua petição entregue ao STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). Os documentos, que não deixam claro se a transcrição está completa, indicam que o time baiano foi orientado a realizar uma transferência internacional, ao contrário do que ocorreu e contradizendo os argumentos apresentados no caso envolvendo o zagueiro Victor Ramos.

Os e-mails são do dia 29 de fevereiro e mostram Buzzoni esmiuçando os trâmites necessários ao Vitória para registrar o jogador, emprestado pelo Monterrey-MEX e que em 2015 esteve no Palmeiras. "Primeiro, o Palmeiras e o clube mexicano deve (sic) dar uma conclusão ao TMS #106697, sobre o empréstimo do atleta ao Palmeiras. Após isso, será necessário o retorno do empréstimo para o México e um novo pedido de empréstimo para o Vitória. Mesmo para outro clube do país, é necessário o retorno do ITC para o México para depois gerar um novo empréstimo para o clube brasileiro", escreveu o diretor da CBF.

Em outro trecho, Reynaldo Buzzoni alerta para o período de transferências no México. "O ITC está no Brasil, se for fazer um novo empréstimo o clube do México tem que pedir o retorno, mas tem que ver se a janela deles está aberta", enviou. O dirigente baiano, então, respondeu. "Reynaldo, já está fechada. Como o ITC está aqui no Brasil eles não podem autorizar o empréstimo para nós já que não precisa do CTI?", perguntou Vilas Boas. Buzzoni, então, reafirmou que teria de ser feito um retorno de empréstimo do México.

No último e-mail, Reynaldo Buzzoni diz que o clube mexicano teria que ligar para a Fifa em busca de ajuda e concluiu: "Esse caso vai ser em validação de exceção e vai demorar a ser aprovado, mas no final será aprovado". 

O Vitória entregou ao STJD cópia de e-mail onde a entidade máxima do futebol afirma que investigou o caso e o mesmo está encerrado desde novembro. Por meio da assessoria da CBF, Reynaldo Buzzoni afirmou que não irá se pronunciar até o parecer da Procuradoria do STJD.

Após o Internacional solicitar reabertura do caso junto à Procuradoria do STJD, CBF e Vitória se defenderam afirmando que a transferência de Victor Ramos ocorreu em âmbito nacional. Sem necessidade de respeitar a janela de transferências mexicana. Na última segunda-feira, o time baiano e o departamento de registros foram notificados e ganharam prazo de dois dias para enviar documentos à Procuradoria. Os dados foram repassados e agora o STJD analisa se apresenta ou arquiva a denúncia.

O Internacional pede que o Vitória seja denunciado no artigo 214 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva). Se a denúncia for aceita, o time baiano poderá perder os pontos obtidos nos 26 jogos do Campeonato Brasileiro onde utilizou o zagueiro Victor Ramos.

Fonte: Uol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário