Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Eleições podem alterar data do jogo do Sampaio na Série B.

São Luis - No dia 1º de outubro, a tabela do Campeonato Brasileiro da Série B prevê o jogo Sampaio x Vila Nova, pela 28ª rodada, no estádio Castelão, em São Luís. Caso o dia citado fosse em 2015, não haveria nenhuma anormalidade. Neste ano a data virou um problema para a Polícia Militar do Maranhão (PM), que já avisou que não terá possibilidade de auxiliar na segurança do jogo por causa das eleições, no dia 2 de outubro, e a FMF, em contato com a CBF, busca alternativas para a realização do jogo.

Vamos comunicar a impossibilidade do atendimento do efetivo para o jogo Sampaio x Vila Nova. A PM trabalha nos 217 municípios para garantir a segurança no período eleitoral. Já estamos deslocando as tropas e, diante dessa grande demanda, além de combater o crime, também iremos garantir o pleito eleitoral. Esse jogo no dia 1ª, véspera da eleição, ficou muito difícil para a PM fazer a segurança” - explicou o coronel Pedro Ribeiro, comandante do Policiamento Metropolitano em São Luís.

Com a impossibilidade de contar com a PM no sábado e parte do contingente deslocado, o presidente em exercício da Federação Maranhense de Futebol (FMF), Antônio Henrique, crê que a melhor alternativa é a antecipação do jogo para o dia 27. – “Nós fizemos um contato com a CBF, comunicando que estávamos preocupados com esse evento esportivo na data que antecede as eleições, porque o contingente da polícia está espalhado pelo Estado. Ainda estou esperando uma resposta da CBF. Nós fazemos uma sugestão para a CBF e ela acata, ou não acata. A decisão de remanejar é da CBF. Nossa sugestão é antecipar o jogo para terça-feira”.

Antes do confronto contra o Vila Nova, o Sampaio volta a campo na sexta-feira, dia 23, para encarar o Criciúma, no Heriberto Hulse, enquanto o Tigre encara o Londrina, no Serra Dourada. A FMF e o Tricolor aguardam um posicionamento da CBF para saber qual será a data do jogo contra o Vila Nova.

Fonte - GE Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário