Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

Rádio MDB Brasil Nacionais

Rádio MDB Internacionais Dançantes

Rádio MDB 2 Internacionais Românticas

terça-feira, 2 de junho de 2015

Bastidores da política desta terça...

Imperatriz - Confira alguns tópicos da "Coluna Bastidores", escrita pelo jornalista, Coló Filho, no jornal "O Progresso", edição desta terça-feira, 02 de junho de 2015.
Jornalista, Coló Filho, de O progresso.

Bastidores
02 de junho de 2015

Eleições 2016
Em um grupo político no whatsapp, ontem os comentários eram sobre uma roda que começou a girar em torno das eleições municipais de 2016. O que querem dizer? Que na ala governista estadual já estaria surgindo novidade quanto a nome para a sucessão do prefeito Sebastião Madeira. Na verdade, desde a semana passada que um clima de otimismo começou a tomar conta de um dos lados governistas, e a tendência é que as articulações comecem a ser intensificadas para que haja viabilização do nome que teria o apoio do governador Flávio Dino e do prefeito Madeira. Com o andar do jumento, as abóboras vão se ajustando no jacá. É aguardar.

Férias
O vereador Adonilson Lima (PCdoB) precisa apenas de uma assinatura para que seja viabilizado o seu projeto que propõe a redução do período de férias dos vereadores, que é de 90 dias. Trinta são no meio do ano. Adonilson quer a redução para 45 dias, sendo 15 em julho. O projeto pode sofrer alteração, em caso de uma negociação, com a redução sendo menor.

Fusão
A data para que PPS e PSB oficializem a fusão é o dia 20 de junho. Mas há nos meios políticos dúvidas se isso irá ocorrer. A fusão entre o DEM e o PTB já está praticamente descartada. Se não deverá ser diferente em relação a PPS e PSD. Os dois partidos estão discutindo a fusão desde 2014, quando o presidente do PSB era Eduardo Campos, falecido em acidente de avião em agosto do ano passado. Campos teria iniciado a conversa com o presidente do PPS, Roberto Freire. Seria uma bancada forte. O PSB tem 32 deputados federais e o PPS, 11.

Inadimplência
Das 139 prefeituras do Estado do Tocantins, 102 não estão tendo condições de firmar convênios com o governo federal porque estão inadimplentes. São 73,4% dos municípios. Um dos problemas é relacionado ao não recolhimento da contribuição previdenciária. Os prefeitos alegam para a inadimplência as constantes reduções dos recursos. No Bico do Papagaio, somente Sítio Novo, Tocantinópolis e Nazaré não têm nenhum tipo de pendência e, assim, estão aptos a receber repasses federais provenientes de convênios.

Pensando bem
Temos que criar vagas em escolas e não em presídios”. Frase do deputado estadual Wellington do Curso (PPS), vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos e membro da Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Segurança
A Segurança Pública foi o tema do programa de rádio “Conversando com o governador” dessa segunda (1º). No programa, Flávio Dino detalha as ações desenvolvidas para combater a criminalidade no Maranhão, como o aumento no efetivo policial e a valorização dos profissionais do sistema de segurança pública do Estado. O governador reconhece que o sistema de segurança tem problemas, mas “o que importa é o trabalho sério que estamos fazendo e os resultados retratados nas estatísticas”.

Justiça
Sessenta e três deputados federais de seis partidos recorrerão à Justiça contra a votação da Câmara que aprovou a doação de empresas a partidos políticos nas campanhas eleitorais. PCdoB, PT, Psol e PSB consideravam a discussão sobre financiamento empresarial encerrada. Esses partidos argumentaram que o Plenário já havia rejeitado na sessão anterior uma emenda sobre o tema. Deputados do PPS e do Pros se somaram à ação que vai contestar a validade da votação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário