Parceiro do Blog

Parceiro do Blog

Rádio MDB Brasil Nacionais

Rádio MDB Internacionais Dançantes

Rádio MDB 2 Internacionais Românticas

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Bastidores da política desta sexta...

Imperatriz - Confira alguns tópicos da "Coluna Bastidores", escrita pelo jornalista, Coló Filho, no jornal "O Progresso", edição desta sexta-feira, 10 de outubro.
Jornalista, Coló Filho, de O Progresso.

Bastidores
10 de Outubro de 2014   

Especulações
Passadas as eleições, com a vitória de Flávio Dino (PCdoB), o que tem pautado as rodadas políticas são as especulações acerca de quem da região irá fazer parte do primeiro e segundo escalões do Governo Estadual. “Autoridades” indicando nomes é o que não falta. Especulações à parte, é esperar o quanto Flávio Dino vai retribuir a expressiva votação que teve em Imperatriz e região. No município foram 84,32% (98.491 votos). Falando nisso, o governador eleito ainda não veio a Imperatriz depois da vitória. Esteve em Caxias. Ontem, um (e)leitor lembrava que Jackson Lago veio no dia seguinte à eleição comemorar a vitória e agradecer à população de Imperatriz. Foi realizada uma carreata.

Angustiante espera
Na bolsa de apostas, os nomes mais “cotados” em Imperatriz para o time de Flávio Dino são Rosângela Curado, Carlinhos Amorim e Deoclides Macedo, todos do PDT; o presidente municipal do PCdoB, Clayton Noleto, e os indicados pelo prefeito Madeira. Especula-se que um dos secretários municipais tem chances de assumir uma secretaria a ser criada.

Será?
Ontem surgiram especulações de que o deputado Edson Araújo (PSL) poderá integrar o secretariado de Flávio Dino, assumindo a Secretaria de Pesca e Aquicultura. Se realmente acontecer, o vereador Roma, primeiro suplente da coligação, assumiria a sua vaga na Assembleia Legislativa. E a cadeira de Roma na Câmara Municipal seria ocupada pelo primeiro suplente Alberto Souza.

E aí?
O TSE confirmou a candidatura a deputado federal do ex-prefeito Ildon Marques. Com isso, a coligação garantiu a eleição de dois deputados, André Fufuca e Junior Marreca. Caso os votos de Ildon não fossem validados, Marreca sobraria e o beneficiado seria Cláudio Trinchão, primeiro suplente de outra coligação. A confirmação da candidatura de Ildon serviu também para calar aqueles que o criticavam, afirmando que ele entrou na disputa “sabendo” que era inelegível e prejudicou outros candidatos. Dizer o que agora?

E...
Junior Marreca é ex-prefeito do município de Itapecuru-Mirim. Se em 2016 resolver sair candidato a prefeito e vencer, Ildon Marques assumirá a sua vaga na Câmara dos Deputados, já que é o primeiro suplente da coligação “Por um Maranhão Mais Forte”.

Renovação
A bancada da Câmara Federal foi renovada em 46,39%. Entre os 513 deputados eleitos no dia 5 de outubro, 238 são novos parlamentares e 275 reeleitos. O PT e o PMDB permanecem na liderança em número de representantes, mas perderam cadeiras. O PT, maior bancada, perdeu 18 deputados, elegeu 70, 20,45% a menos que a bancada atual, de 88 deputados. O PMDB, atualmente com 72 deputados, elegeu 66, cinco a menos.

No muro
O governador eleito Flávio Dino optou por ficar em cima do muro na eleição presidencial. Embora o seu partido, o PCdoB, esteja apoiando Dilma Rousseff (PT), ele preferiu ficar neutro. Mas há dois motivos para isso: primeiro, porque Dilma se recusou a subir no seu palanque, por causa de Lobão Filho. Segundo, porque teve o apoio do PSDB, partido de Aécio Neves, inclusive o vice na chapa de Dino, Carlos Brandão, é tucano. Portanto, compreensível a decisão de Flávio Dino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário